quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Venha 2010 :)

Está quase a chegar ...


Original of the Species

Baby slow down

The end is not as fun as the start

Please stay a child somewhere in your heart


I'll give you everything you want

Except the thing that you want

You are the first one of your kind

And you feel like no-one before

You steal right under my door

And i kneel 'cause i want you some more

I want the lot of what you got

And i want nothing that you're not


Every where you go you shout it

You don't have to be shy about it


Some things you shouldn't get too good at

Like smiling, crying and celebrity

Some people got way too much confidence baby

I'll give you everything you want

Except the thing that you want

You are the first one of your kind


And you feel like no-one before

You steal right under my door

I kneel 'cause i want you some more

I want the lot of what you got

And i want nothing that you're not

Everywhere you go you shout it

You don't have to be shy about it, no

And you'll never be alone

Come on now show your soul

You've been keeping your love under control

Everywhere you go you shout it

You don't have to be shy about it

Everywhere you go you shout it

Oh my my

And you feel like no-one before

You steal right under my door

I kneel 'cause i want you some more

I want you some more, i want you some more...

Morning yearning ...

Este vídeo encanta-me pela melodia, pela letra e pelas imagens ... o movimento do corpo arrepia-me e toca-me a alma ...
Vejam em http://www.youtube.com/watch?v=rqbcV39Sq1o ... aqui vê-se o vídeo sem as imagens de homenagem a Heath Ledger (que aparecem sobrepostas ao vídeo em baixo)

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Balanço do ano ...

Não gosto muito de fazer grandes balanços ... só posso dizer que este ano não foi fácil mas penso que tudo acontece por uma razão e que para a frente só espero o melhor :)
Para ilustrar isso mesmo deixo aqui esta música ... haverá melhor exemplo que esta letra? :)

E agora um momento mais profundo ...

Era vez um pensamento teu
Quase podia ser segredo meu
E teu
Era quem sabe um tempo de inventar
Subir o teu corpo
Cair do teu sonho
E ficar em nós

Era uma vez um medo que voou

Que se fez asa, sopro, ar
Nunca mais voltou
E eu sem saber porquê fui atrás
E ainda o vi
Esconder-se de ti
Era talvez um tempo de te amar
Era talvez um tempo de sentir

Era uma vez um pensamento meu

Quase podia ser segredo teu
E meu
Era quem sabe um tempo de inventar
Subires o meu corpo
Caíres do meu sonho
E ficares em nós

Era uma vez um sonho que não sei

Que se fez asa, sopro, ar
Quase lhe toquei
E a pressentir porquê fui atrás
E ainda o vi
A esconder-se em mim
Era talvez um tempo pra te dar
Era talvez um tempo de te amar

O tempo que não foi tempo não passou

O sonho que se fez pele e se guardou aqui ficou
Como se fosse sopro, asa, ar, escondeu-se em nós
E no teu olhar
Fica pra sempre um tempo de te amar
Fica pra sempre tanto do que sou

Mafalda Veiga, Era uma vez um pensamento teu

Ainda no espírito da época ...

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Mensagem

Já que não tenho tido tempo para mais, porque isto de ser ajudante do Pai Natal dá muito trabalho, e o pessoal não se cansa de pedir (como bom portugueses que somos) ... Um Santo Natal e que o Novo Ano traga tudo de bom e deixe ficar em 2009 a crise e todos os problemas (e foram muitos) que tivemos que passar este ano ... haja saúde e paciência, é o vos digo!
Beijinhos pá menina e pó menino :)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Exemplos de vida ...

Com nome de flor, nasceu e cresceu a mulher ...
Uma grande mulher, que amou e criou, sorriu e chorou.
Trabalhou, muito trabalhou ... sofreu e por muito passou
O corpo revela as marcas, o rosto o tempo que passou e o carácter.
Verdadeira, mulher coragem, exemplo e experiência,
... a minha avó que um deste dias festejou o seu aniversário.
Sei que este ano não foi a mesma coisa ...
falta-te a outra parte de ti mesma, o espelho de ti mesma ...
Eu sei ... nós todos sabemos e sentimos que não é o mesmo ...
... mas mantém essa força que sempre tiveste,
o sorriso, para além da dor ...
Gosto muito de ti ... e é como tu dizes:
"Eu não te chego aos calcanhares" ...
mas quando for "grande" quero ser ...
... nem que seja só um pouco, um pouco só, como tu!


Cúmplices

A noite vem às vezes tão perdida

E quase nada parece bater certo

Há qualquer coisa em nos inquieta e ferida

E tudo que era fundo fica perto

Nem sempre o chão da alma é seguro

Nem sempre o tempo cura qualquer dor

E o sabor a fim do mar que vem do escuro

É tantas vezes o que resta do calor

Se eu fosse a tua pele

Se tu fosses o meu caminho

Se nenhum de nós se sentisse nunca sozinho

Trocamos as palavras mais escondidas

E só a noite arranca sem doer

Seremos cúmplices o resto da vida

Ou talvez só até amanhecer

Fica tão fácil entregar a alma

A quem nos traga um sopro do deserto

Olhar onde a distância nunca acalma

Esperando o que vier de peito aberto

Se eu fosse a tua pele

Se tu fosses o meu caminho

Se nenhum de nós se sentisse nunca sozinho

Se eu fosse a tua pele

Se tu fosses o meu caminho

Se nenhum de nós se sentisse nunca sozinho

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Want ...

...you've got what you want
Take a good look at what you gave up
Because I'm telling you a heart can't be unbroken
Oh woah Oh woah

And can you remember how I'd kiss you

Recall the sweet taste in your mouth
'Cos baby the memory's all you get now
'Cos I'm movin', movin', movin' on

All that you want

I hope you get all that you want
I hope you get all that you want
'Cos I do

Does every morning make you happy

And tell me do you laugh yourself to sleep
I hope you find it's easy to forget me
Oh woah Oh woah

I hope you don't feel anything when you see me
I wonder if you're out there having fun
I hope you get all that you really wanted
'Cos I'm movin', movin', movin' on

Don't you see the light has changed

And nothing looks the same
Just shadows on the ground

And if you listen carefully you'll hear the sound
All that you want

I hope you get all that you want
I hope you get all that you want
'Cos I did
(All that you want)

Natalie Imbruglia


quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

É Natal trá lá lá ...

Sim ... estamos cada vez mais próximo do Natal!

Nesta época gosto de todos os preparativos até à véspera de Natal ... ao jantar somos poucos e lembramos os ausentes ... já são muitos. Dos momentos mais importantes? Ir a Missa do Galo ... ver as outras pessoas felizes com o que lhes damos e a atenção que lhes dedicamos ... estar com quem sabemos que temos de "desfrutar" ao máximo todos os momentos ... eles que são os sábios!


Mas não dizem que todos os dias devia ser Natal?

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

terça-feira, 24 de novembro de 2009

By your side - Sade

You think I'd leave your side baby?

You know me better than that

Think I'd leave you down when you're down on your knees?

I wouldn't do that.

I'll tell you the right when you want...

I'll, I'll find the wound, if only you could sink into me...

Oh when you´re cold I'll be there, hold you tight to me

When you´re on the outside baby and you can't get in

I will show you, you're so much better than you know

When you're lost, when you're alone and you can't get backagain

I will find you darling and I'll bring you home

And if you want to cry I am here to dry your eyes, oooo...

In no time you'll be fine.....

You think I'd leave your side baby?

You know me better than that.

Think I'd leave you down when you're down on your knees?

I wouldn't do that

I'll tell you the right when you want...

I'll, I'll find the wound, If only you could sink into me....

Oh when you´re cold I'll be there to hold you tight to me, to me baby.

Ohh when you´re alone I'll be there by your side baby, by your side baby.

Oh when you´re cold I'll be there to hold you tight to me, to me baby.

Ohh when you´re alone I'll be there by your side baby.

História simples

Certo dia nasceu Amaral …
Certo dia Amaral conheceu Alice por quem se encantou … apaixonaram-se e casaram.
Amaral e Alice tiveram dois filhos, emigraram com o sonho de uma vida melhor para países lusófonos e lá estiveram por alguns anos, até que um dia a saudade “bateu à porta” e resolveram voltar a Portugal.
Os filhos cresceram, casaram, saíram de casa para entrarem os netos e eles viviam felizes na sua nova condição de avós.
Certo dia Amaral adoeceu e apesar de algumas “marcas”, que o tempo também ajudou a “traçar”, sempre houve um sorriso no rosto e um gesto de atenção para com os outros em Amaral.
Amaral viveu para Alice e Alice para Amaral … ontem Amaral morreu e agora o que será de Alice sem o seu Amaral?

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Som na caixa ...

E chega finalmente sexta-feira...
... porque o trabalho tem sido muito e eu estou cansada ...
... o chefe ouve jazz (um bom som) ...
... eu oiço Massive Attack ... e lembro que este fim-de-semana há concerto no Campo Pequeno ... um bom fim-de-semana para todos!

E porque hoje é sexta II ...


quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Melhor que Xanax...

... é "tomar" um pouco deste som para ganhar inspiração para o final da semana :)

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Pura adrenalina

Um dia gostava de ter a coragem e a oportunidade de uma experiência deste género ... pura adrenalina! Só de ver dá um frio na barriga mas, ao mesmo tempo transmite uma sensação de liberdade ... é dos encontros mais puro que podemos ter com a natureza ... fantástico. Vejam:

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Ser mulher ...

"The thing is to say everything
But I'm missing words... "
" Le tout est de tout dire
Et les mots me manquent..."

Paul Eluard
Para ver melhor espreitem o website ou o blog de June Lee Loo, uma jovem artista francesa que representa as mulheres com uma grande sensibilidade, sensualidade e cuja inspiração vem da Ásia http://www.june-leeloo.com/

Fantástico ... captações de momentos ... uma vida!

Este vídeo é uma peça publicitária, para a qual a Olympus tirou mais de 60 mil fotos, "revelou" 9.600 delas e usou 1.800 para fazer o filme que, segundo a empresa, não tem nada de pós-produção. É uma colagem pura e simples. Um espectáculo de criatividade... apreciem ... porque hoje é sexta :)

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Enjoy...

... assim está escrito!
Porquê?
Porque andamos numa "lufa-lufa" de um lado para o outro: é o trânsito, é o trabalho, imensas irritações, falta de tempo, é a crise ... são olheiras, gritos, asneiras e o tempo não pára ... um desgaste!

Diz-me ...

They come from every state to find
Some dreams are meant to be declined
Tell the man what did you have in mind

What have you come to do
No turning water into wine

No learning while you're in the line
I'll take you to the broken sign
You see these lights are blue

Come and get it, lost it at the city limits
Say goodbye cause they will find the way to trim it
Everybody lookin' for a silly gimmick
Gotta get away, can't take it for another minute

This town is made of many things
Just look at what the current brings
So high it's only promising
This place was made on you

Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on
Tell me lover, are you lonely
The thing we need is never all that hard to find out
Tell me baby, what's your story
Where do you come from and where you want to go this time on
You're so lovely, are you lonely
Or giving up on the innocence you left behind

Some claim to have the fortitude
To shrewd to blow the interlude
Sustaining pain to set the mood
Step out to be renewed

I move you like a baritone

Jungle brothers on the microphone
Getting over with an undertone
It's time to turn to stone

Chitty chitty baby when your nose is in the nitty gritty
Life can be a little sweet but life can be a little shitty
What a pity, Boston and a Kansas City
Lookin' for a hundred but you only ever found a fi'ty

Three fingers in the honeycomb

You ring just like a xylophone
Devoted to the chromosome
The day that you left home

Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on
Tell me lover, are you lonely
The thing we need is never all that hard to find out
Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on
You're so lovely, are you lonely
Or giving up on the innocence that you left behind, behind

Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on
Tell me lover, are you lonely
The thing we need is never all that hard to find out
Tell me baby, what's your story
Where you come from and where you want to go this time on
You're so lovely, are you lonely
Or giving up on the innocence that you left beee...hin

Red Hot Chili Peppers, Tell me Baby

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Resumo do fim-de-semana II

Como o almoço já tinha sido "leve" nada como passar pelo Festival de gastronomia de Santarém e petiscar qualquer coisa ... é que isto de estar com amigos passa sempre pelo "culto" da mesa e venha mais um brinde ... obrigada meus amigos!

Agora perguntam vocês: Então e os cuidados com a "linha"? Pois, está bem ... e depois? Por vezes temos de deixar essas preocupações de lado e apreciar os belos prazeres que a vida nos dá ...

Resumo do fim-de-semana

Comecemos pelo almoço, neste que foi um sábado dedicado à gastronomia portuguesa ... destaco a sopa da pedra em Almeirim e os pampilhos da Bijou.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

E tu?

Eu acredito
Eu Creio

... contra correntes, as vozes e as "modas" (está na moda ser "anti", não digam o contrário)
... porque é a verdade, mesmo que não queiram ver, ler ou ouvir
... porque erros do passado e de alguns homens não podem servir para justificar e criticar sempre o que está muito para além disso
... porque Ele veio para nos salvar de todos os erros
... e venha de lá quem vier para demover esta Fé!

(comentário relacionado com post anterior)
... eu respeito a opinião dos outros ... respeitem a minha!

É preciso não deixar de acreditar ...

If I wrote a note to God
I would speak whats in my soul
I'd ask for all the hate to be swept away,
For love to overflow
If I wrote a note to God
I'd pour my heart out on each page
I'd ask for war to end
For peace to mend this world
I'd say, I'd say, I'd say

Give us the strength to make it through

Help us find love cause love is over due
And it seems like so much is goin wrong
On this road we're on

If I wrote a note to God
I'd say please help us find our way
End all the bitterness, put some tenderness in our hearts
And I'd say, I'd say, I'd say

Give us the strength to make it through

Help us find love cause love is over due
And it looks like we haven't got a clue
Need some help from you
Grant us the faith to carry on
Give us hope when it seems all hope is gone
Cause it seems like so much is goin wrong
On this road we're on

No, no no no

We can't do this on our own
So

Give us the strength to make it through
Help us find love cause love is over due
And it looks like we haven't got a clue
Need some help from you
Grant us the faith to carry on
Give us hope when it seems all hope is gone
Cause it seems like so much is goin wrong
On this road we're on

No, no no no

We can't do this on our own
So

If I wrote a note to God


Charice Pempengco, Note to God


sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Para manter a calma ...

... coloco os headphones nos ouvidos e oiço esta música. Nada como ir ao albúm de recordações :)

Apetece-me dançar e cantar bem alto "Keep the faith" dos Bon Jovi:

"Faith!: you know you're gonna live thru the rain

Lord you got to keep the faith

Faith!: don't you let your love turn to hate

Right now we got to keep the faith

Keep the faith

Keep the faith

Trying to hold on, trying to hold on yeah

Keep the faithKeep the faith

Everybody keep the faith!"

... lá está, esta é mais uma música para se ouvir de janela aberta enquanto se conduz, quem sabe pela marginal(?) até um lugar qualquer, enquanto e até me apetecer!!!

Se fosse desenho animado esta semana ...

... eu seria o coelho da "Alice no país das Maravilhas".
As 24 horas estão a ser "curtas" para o que tenho tido para fazer!

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

O que me apetecia neste momento?

Atirar o trabalho para o ar, sair porta fora e ser mimada num Spa ... estou mesmo a precisar de qualquer coisa assim deste tipo:

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Passo a publicidade ...

Eis como começar bem a manhã:
Chego ao trabalho e tenho oportunidade de passar os olhos pelas últimas novidades e é aí que leio este post do "O Bom Sacana".
A frase com que termina não é do autor mas tem muito que se lhe diga, não seja Aristóteles um grande filósofo:
Se várias vezes me surprendo com o seu sentido de humor apurado e as suas opiniões desta vez ele pôs-me a pensar um pouco ... e realmente "um cheirinho de filosofia" faz falta a muita gente. Recomendo este blog ... a qualquer hora do dia ... é que ainda há Sacanas com sentimentos.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

É assim ...

... e de modos que tem sido este o meu dia a dia ...

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Dificuldades de interpretação ...

Há aqui qualquer coisa estranha ou então sou eu!?
P.S. Desculpem mas isto é só uma pequena piada aqui do "estaminé" que um amigo fez questão de me enviar logo pela manhã e que me fez sorrir ... é que às vezes só falta mesmo acontecer uma coisa destas!

A gente vai continuar ... memórias fotográficas



... alguns sítios por onde andei ...
"O que é Nacional é bom", já dizia o anúncio e é verdade!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Próxima preocupação?

Não chegar a este ponto:

Verdade, verdadinha ...

Hoje cheguei como um pinto ao trabalho, após ter passado por uma coisita assim, como a imagem ilustra...... só me faltou cantar e dançar "Singin'in the rain" de Genne Kelly

I'm singing in the rain
Just singin' in the rain
What a glorious feeling
I'm happy again
I'm laughing at clouds
So dark up above
The sun's in my heart
And I'm ready for love
Let the stormy clouds chase
Everyone from the place
Come on with the rain
I have a smile on my face
I walk down the lane
With a happy refrain
Just Singin', singin' in the rain
Dancing in the rain
I'm happy again
I'm singin' and dancin' in the rain
I'm dancin' and singin' in the rain

... eu escrevi "só faltou" ... e até apetecia, pois ou dava para o disparate ou então começava a chorar tal o estado deplorável em que estava!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Para começar calmamente a semana ...

Escutando no vento
Tua voz secreta
Que me sopra por dentro
Deixe-me ser só ser

No teu colo eu me entrego
Para que me nutras
E me envolvas
Deixa-me ser só ser

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

Um ponto de luz
Que me conduz
Aceso na alma

Por trás dessa nuvem
Ardendo no céu
O fogo do sol rai
Eternamente quente
Liberta-me a mente
Liberta-me a mente

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

Um ponto de luz
Que me seduz
Aceso na alma

Sara Tavares, Ponto de luz

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

A gente vai continuar ... explicação

... ou explicando melhor o post anterior:
De vez em quando é necessário "escapar" do dia a dia e "recarregar as baterias".
De vez em quando é necessário pôr-nos a andar e não parar ...
... enquanto caminhamos escutamos o que nos era, até aí, inaudível ...
... e no silêncio, e no encontro com a natureza reencontramo-nos, equilibramo-nos ...
... reflectimos, ponderamos, decidimos ...
... foi isto o que fiz durante uns dias.

É certo que não tenho todas as respostas mas ganhei algumas certezas. O que doi vai sarar mas encontrei também alguns tesouros para guardar. Não sei para onde vou, mas ganhei mais força para ir em frente, seguir caminho... não temer e seguir sorrindo ... e não estou sozinha!

Por isso é que "enquanto houver estrada para andar ... a gente vai continuar .. enquanto houver estrada para andar ... enquanto houver ventos e mar ... a gente não vai parar ... enquanto houver ventos e mar" ... haja sempre uma nova oportunidade que eu irei pôr-me a andar ... a caminho!

A gente vai continuar


Tira a mão do queixo, não penses mais nisso
O que lá vai já deu o que tinha a dar
Quem ganhou, ganhou e usou-se disso
Quem perdeu há-de ter mais cartas para dar
E enquanto alguns fazem figura
Outros sucumbem à batota
Chega aonde tu quiseres
Mas goza bem a tua rota

Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar


Todos nós pagamos por tudo o que usamos
O sistema é antigo e não poupa ninguém, não
Somos todos escravos do que precisamos
Reduz as necessidades se queres passar bem
Que a dependência é uma besta
Que dá cabo do desejo
E a liberdade é uma maluca
Que sabe quanto vale um beijo


Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar


Enquanto houver estrada para andar
A gente vai continuar
Enquanto houver estrada para andar
Enquanto houver ventos e mar
A gente não vai parar
Enquanto houver ventos e mar

Jorge Palma


quarta-feira, 14 de outubro de 2009

I got a feeling

I gotta feelin'

That tonight's gonna be a good night

That tonight's gonna be a good night

That tonight's gonna be a good good night

ver melhor em http://www.youtube.com/watch?v=cMPr_WeKSTk

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Frases XIV

Adrenalina ao máximo ...

... Cérebro sempre a funcionar

... em constante Acção

Emoção à flor da pele ...

... Reflectir ...

Planear ...

... Projectar ... os meus dias têm sido assim ... loucos e fantásticos.

Frases XIII

A dificuldade não está em falar mas em ser ouvido (Da Palavra à vida 183)

Frases XII

Ser humano é fazer uma síntese da cabeça, do coração e da mão (Da Palavra à vida 182)

Frases XI

O problema não são os outros … O problema és tu! (Da Palavra à vida 181)

Frases X

Não há nada mais repousante do que amar e ser amado.
S. João da Cruz dizia: “quem ama não cansa, nem se cansa.” (Da Palvra à vida 180)

Frases IX

Repousar é aprender a ocupar, doutro modo, quer o espaço, quer o tempo. (Da Palavra à vida 179)

Frases VIII

Viver é ser amado
A qualidade da vida de uma pessoa tem uma relação directa com o amor que a envolve (Da Palvra à vida 175)

Frases VII

Amar é autorizar.
Proporcionar ao outro a experiencia de ser actor e não apenas cliente, utente, consumidor.
Amar é deixar que o outro seja autor da sua vida. (Da Palavra à vida 174)

Desculpem lá mas é só mais estes ...









E porque nunca me canso de ouvir ...

... aqui fica mais do mesmo :)

Eu fui ...

... ver o concerto dos 30 anos dos Xutos e Pontapés no Restelo ... não podia perder pois sou fã destes "meninos" desde cedo e a verdade é que temos quase a mesma idade.

Eu sei que já passou algum tempo (hoje já é sexta e o concerto foi no sábado passado) mas não podia deixar de referir que me fartei de saltar e cantar por nós dois, mas tu sabes que não foi o mesmo sem ti :) ... e senti a tua falta!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Minds vs Heart

Chorus
What is the mind without the heart
What am I without my shadow
What is life without knowing that death comes
What is a song without a melody

Needed to search myself to go back
Had no signs of hope before lost in the darkness
Not knowing what my fate makes of me
And oh ignoring the fellowship accompanying me
There were swamps, slums, gottas, brunks, love songs,
Hidden pleasure, ignored passion, secret worship,
Quiet movement and undisclosed self loving
Now I know God has brought me here for something

Chorus

My head says I lost my way
But my heart knows that my life is destined in anyway
A long road running towards stops where I pay
Pay, pay for what I have taken and is got what I deserving
Oh God knows very well that my sins are always before me
Yes he gives and he takes and he wounds and he breaks,
He destroys and he builds and still I knowThat his love is endless grace

Chorus (2X)

Tell me what your mind is without your heart
Tell me do you feel, do you feel happiness
Your heart, your heart, your heart…
Your soul, your soul, your soul…

Say we must destroy in order to rebuild,
In order to rebuild don’t you know, don’t you know
Your heart, Polarity must be for you and me, for you and me

Nneka - Minds vs. Heart


Heartbeat

You said you'd be there for me
In times of trouble when I need you and I'm down
And likewise you need friendship
It's from my side pure love but I see lately things have been changing
You have goals to achieve
But the roads you take abroad are heartless
That wants you make another way
You throw stones
Can you see that I am human I am breathing
But you don't give a damn

Chorus:
Can you feel my heart is beating
Can you see the pain you're causing
Can you feel my heart is beating
Can you see the pain you're causing

Blood blood blood.... blood is rushing

And now the world is asleep
How will you ever wake her up when she is deep in her dreams, wishing
And yet so many die
And still we think that it is all about us
It's all about you
You sold your soul to the evil and the lust
and the passion and the money and you
See innocent ones die, people hunger for decades
suffer under civilized armedrobbers, modern slaveholders

Chorus:
Can you feel my heart is beating
Can you see the pain you're causing
Can you feel my heart is beating
Can you see the pain you're causing

Blood blood blood.... keeps rushing

Evaded, eliminated, erased, interrogated
Our tradition, our love for our fellow countrymen,
our property, our resources - our pride
Can you feel my heart beating
no no no....you don't

Chorus:
Can you feel my heart is beating
Can you feel the pain you're causing
Can you feel my heart is beating
Can you feel the pain you're causing

NneKa - Heartbeat




... porque é sexta, porque este é o som que me apetece dançar "furiosamente" até as forças me faltarem ...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

A sério?

E querem lá ver? U2 em Portugal em 2010 ... 2 de Outubro está confirmado!
Onde? Em Coimbra ...
Olha, que chatice ... vamos ter de passar o fim-de-semana em Coimbra :)
Pois ... falta-me uma coisa: o bilhete :S

Questão ...

O que fazer quando recebes uma mensagem que te provoca um desgosto e queres que isso não transpareça para fora, para os outros … logo tu, cujo rosto é o espelho da alma?
O que fazes quando percebes que gostas muito de uma pessoa, que não és indiferente às suas atitudes e palavras mas não queres sentir o que sentes?
O que fazes quando o coração se sobrepõe à razão?

Notícias

Sim, ainda tenho a nódoa negra mas já passou a dor nos braços … o que quer dizer que estou recuperada e venha mais uma prova de karts!
E não, não foi isso que me impediu de escrever … é mesmo falta de tempo. Ultimamente a agenda tem estado bastante preenchida e prevê-se que os próximos tempos venham a ser complicados. Mas é o trabalho? É. E programas para a noite? Também … e eu gosto disto. Quando ando muito parada falta-me algo.
Há pessoas que gostam de viver fora de Lisboa, da confusão, do caos. Eu? Eu gosto muito de sair de Lisboa, de visitar locais paradisíacos, estar no campo e junto à praia, no meio do silêncio … sim, é verdade, mas não há como viver aqui. Nesta cidade basta sair à rua para “tropeçar” num café ou num cinema e se estás com a “neura” quando sair do trabalho podes “perder-te” por aí e já chegas a casa mais “leve”. E o rio? E as colinas com os seus bairros típicos? E esta luz? Não me digam que não é bonito.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Só mais uma coisinha ...

... para completar o resumo:
- dor de braços? Sim, ainda persiste
- mazelas? Como é que surgiu esta nódoa negra no meu braço?
- em que lugar fiquei? Sem comentários ... tenho uma medalha e não fiquei nem em primeiro nem em último lugar ... fiquei do meio para o fim, pronto! :(
... e depois? Qual é o problema? Valeu a pena :)

Resumo

E como o prometido o grande grupo invadiu a pista … foi mais uma corrida emocionante em que os pés de chumbo se envolveram e em que demonstraram uma perícia nunca vista!
A seguir ao grande desgaste houve uma nova prova, com maior número de aderentes e que nunca se dispensa … amigo que é amigo, ainda por cima português, reúne-se para um momento de convívio em volta da mesa, pois claro! Aí a competição ganhou novos contornos e a conversa proporcionou boas gargalhadas! No geral? Fomos nós mesmos, somos nós, e cada vez mais pois as fraldinhas estão a aparecer e já participam nestes grandes momentos disputando a nossa atenção.
Isto é que nos enriquece, que nos dá energia para o resto … assim vale a pena!

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

A não perder ...

Amanhã vou acelerar por aí ... é a segunda grande corrida deste grande grupo de campões e promete dar muita luta :)
Não percam estes pés-de-chumbo numa pista bem perto ... vai ser de chorar a rir ... eu vou lá estar!

Isto até dava para rir, se não fosse verdade ou cenas de uma novela Mexicana

São ambos da zona de Lisboa mas o trabalho leva-o para outras terras do nosso belo Portugal. No meio das suas idas e vindas “boy meets girl” … e iniciam um relacionamento que “vive” à distância. Durante uns anos são assim felizes, ele vem a Lisboa e encontram-se ou então ela desloca-se muitas vezes ao encontro do seu amado, cuida dele e do seu bem-estar. Passam as férias a namorar e essa é realmente a altura em que estão mais tempo juntos. A forma como este relacionamento sobrevive durante este tempo eu já nem comento.
Passa o tempo e, a certa altura, ele já está cansado de estar longe de tudo e de todos e tenta regressar ao “seu canto”, Lisboa. Antes de regressar pondera sobre tudo e todos e pensa que aquele relacionamento não é afinal “o relacionamento” e, depois de chegar, resolve acabar e deixa o coração da rapariga desfeito.
Em Lisboa a vida segue, primeiro festeja-se o regresso, depois o novo “estado” e o tempo passa. Ele está cheio de trabalho e sozinho. Passado um tempo as amigas, que sabiam da sua história, descobrem que ele está de novo com a rapariga do coração desfeito e que ela até foi viver com ele. Quando o questionam, ele refere que lhe está a dar mais uma oportunidade (?). Ele, que lhe deu com os pés, que dizia que ela não era o que procurava, está a quê? Enfim … prosseguindo!
Agora, passado uns meses e num almoço com uma amiga ele refere que já teve mais uma conversa com ela, porque afinal não é bem aquilo que queria e que têm de ver se dá ou não … again?

Bom, a rapariga só pode mesmo gostar dele ... mas ele faz o que quer e ela não o encosta à parede? Como é que ela deixa arrastar esta situação?
A amiga tem vontade de dar uns bons “calduços” no amigo para o colocar no lugar … ele decide-se ou não? É que no meio do “quero ou não quero” andam duas vidas a jogar o jogo do "empurra"!? O que é que se passa com esta gente?

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Até ao fim ...

... e antes que o Verão vá embora ... Os últimos momentos para celebrar o sol com este som a acompanhar!

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fantástico ...

Tema e filme de hoje ... Enya, no filme Gladiator ... em dia para usar e abusar de pipocas ... porque há dias assim!

http://www.youtube.com/watch?v=eBszRs0zZlc

Maria Madalena ...

Por vezes devemos sair um pouco do nosso umbigo e estar mais atentos aos que nos rodeiam, largar o complexo “Calimero” que nos faz andar por aí a choramingar pelos cantos.
Ontem estive com uns amigos e acabei por assistir ao baptizado da Maria Madalena. O nome podia ser inventado, ou simplesmente podia ter assistido ao baptizado da M.M. mas há que afirmar, que assinalar Maria Madalena. Porquê? Porque é uma pequena flor que luta por sobreviver, uma pequena guerreira que nasceu com malformações mas que é muito amada, principalmente por aquela mãe que carinhosamente a acarinhava. Maria Madalena está na incubadora rodeada de todos os mimos e cuidados médicos, junto de outras crianças que, tal como ela, mal nasceram e já aprenderam que a vida é difícil e que há muita dor mas também muito amor. É preciso não esquecer isto porque elas estão a lutar pela vida e nós muitas vezes desistimos ao primeiro embate.
Parabéns Maria Madalena e força, muita força miúda…

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Posso?

Hoje é daqueles dias em que me apetece sair porta fora, pegar no carro e ir por aí ... sem destino, cabelos ao vento e óculos de sol, acompanhada por um bom som (bem alto) ... há dias assim ... nunca vos aconteceu o mesmo?!

Homens com estilo XII




Uma homenagem a um grande senhor ... até um dia!

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Nem tudo é fácil

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada
É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje, assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom, assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz, assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir, assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém, assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão? Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar? Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir? Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas? Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se? Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida...Mas, com certeza, nada é impossível
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos, Mas também tornemos todos esses desejos, realidade!!!
Cecilia Meireles

O que fazer?

Aproveitar os últimos raios de sol ... por isso este fim-de-semana estive aqui, num dos meus refúgios favoritos!
Sou do Verão, dos dias grandes, do sol, da praia, do ar livre, passear e descobrir locais novos, roupas leves e coloridas e havaianas no pé ... um livro e assistir ao pôr do sol numa esplanada junto à praia. Sabe tão bem viver a vida!!!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Jantar de fim de Verão

Sushi ... o menu de ontem. Jantar em casa de uns amigos ... não há nada melhor do que estar com os "verdadeiros" e "bons" e partilhar, falar até cansar e rir até chorar ... Obrigada!

O chamado 2 em 1 ...

... há melhor que isto?



Porque me apetece saltar e dançar, dançar até cansar!

terça-feira, 8 de setembro de 2009

A vida

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!


Todos somos no mundo "Pedro Sem",
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!


A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...


Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!


Florbela Espanca

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Crash into me ...

You've got your ball
You've got your chain
Tied to me tight, tie me up again
Who's got their claws in you my friend?
Into your heart I'll beat again
Sweet like candy to my soul
Sweet you rock, and sweet you roll
Lost for you, I'm so lost for you

Oh, and you come crash into me

And I come into you, I come into you
In a boy´s dream
In a boy´s dream

Touch your lips just so I know

In your eyes, love, it glows so
I'm bare-boned and crazy... for you

Oh, and you come crash into me, baby

And I come into you
In a boy´s dream
In a boy´s dream

If I've gone overboard

Then I'm begging you to forgive me
In my haste
When I'm holding you so girl, close to me

Oh, and you come crash into me, yeah

Baby, and I come into you
Hike up your skirt a little more
And show the world to me
Hike up your skirt a little more
And show your world to me
In a boy´s dream...in a boy´s dream

Oh, I watch you there through the window

And I stare at you
You wear nothing, but you wear it so well
Tied up and twisted, the way I'd like to be
For you, for me, come crash into me, baby
Come crash into me, yeah

Crash into me...Crash into me...Crash into me...

You know, I'm the king of the castle

You're the dirty rascal, crash into me
Please crash into me, babe

Oh, no no no...Yes, I see the wave comin' crash into me

I see the wave comin' crash into me

Crash into me...


Crash into me, Dave Mattews Band



... e com esta vos deixo ir de fim-de-semana :)

Homens...

Homens...
Gosto de tudo
Dos morenos, dos mulatos, dos branquinhos, dos loirinhos, dos loirinhos e dos crioulos
Porque só tem que ser homem
Éééé
Tem homem corno, homem baixo, homem gordo, homem grato, safado, careca, cabeludo, veado, ousado
Tem muito, tem muito, tem muito
Tem muito homem
Pois é,
Pois é
Tem muito homem, hum
Todo homem que se preza tem que impor respeito
Saber ouvir, falar, escutar, ter dinheiro, celular, ser bom de cama e te respeitar
E se o homem não tiver nenhuma dessas virtudes, saia de perto e tome uma atitude
Porque o verdadeiro homem, ele te ama, te ama, te trata...
Te trata com carinho, com respeito e amor
E vai te dar por toda vida grandes felicidades
Serão felizes
Esse é o homem de verdade

Pois é
Uuii
(Repete tudo)
Esse é o homem de verdade

Esse é o homem de verdade
Pois é
É esse, é esse
Esse é o homem de verdade
Pois é, pois é
Tem muito homem pelas ruas, pelos bares, a noite, de madrugada

É, eu gosto de todos
Tem muito (5x)

Tem muito homem
Homens, Manu Chao